estória sete (experiências)

4 de Novembro de 2012 § Deixe um comentário

«revelações»

o caos, tal como se escreve, revela.se na fronteira
entre o número e o infinito,
entre a música e o ruído,
entre a dança e a pancadaria,
entre o riso e a demência,
entre a consciência e o impulso.

a vida, tal como se escreve, revela.se na fronteira
entre a alcoforado e o pessoa,
entre a espanca e o manso,
entre a folha em branco e o brum.

todo o homem é fruto do mecanismo
entre a letra e o vocábulo
e a sua vida revela.se pelo caos de fronteiras por escrever.

Where Am I?

You are currently viewing the archives for Novembro, 2012 at Mário C. Brum.